Miriam Herrera, vencedora do concurso de fotografias “Recomende um Livro”

Miriam Herrera, vencedora do concurso de fotografias “Recomende um Livro”

Funi-concursos

Miriam Herrera é a vencedora do concurso em celebração ao Dia Mundial do Livro 2017, “Recomende um Livro”, patrocinado pela Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER)

Apresentamos a vencedora e a finalista do concurso de fotografias “Recomende um Livro” realizado nas páginas do Facebook da Fundação no último dia 23 de abril para comemorar o Dia Mundial do Livro 2017.

Depois de uma semana de votação, no dia 1 de maio às 00h00 (horário da Espanha), conhecemos a vencedora do concurso, Miriam Alicia Herrera, que teve 892 curtidas com a recomendação do livro O Diário da Anne Frank; e a finalista, Lucia Rodezno, que recomendou De Pernas Pro Ar. A Escola do Mundo ao Avesso, de Eduardo Galeano, que teve 797 curtidas.

Cumprindo com o compromisso assumido pela FUNIBER com a apresentação do concurso, Miriam Alicia Herrera, natural do México e aluna do Mestrado em Nutrição e Biotecnologia Alimentar patrocinado pela FUNIBER, receberá por parte da Fundação um lote de livros formado por:

  • Crônicas, Volume 1, de Bob Dylan, Prêmio Nobel de Literatura 2016.
  • A cidade dos prodígios, de Eduardo Mendoza, Prêmio Cervantes 2016.
  • Tudo isso te darei, de Dolores Redondo, Premio Planeta 2016.

A FUNIBER valoriza a grande participação no concurso, a diversidade de temas e autores dos livros recomendados e o entusiasmo que o evento gerou na comunidade de seguidores das páginas do Facebook da Fundação.

Queremos parabenizar a Miriam Alicia Herrera Morfin, vencedora do concurso, e a Lucia Rodezno, que ficou com o segundo lugar. Além disso, reiteramos nosso agradecimento a todos os participantes e convidamos a estar atentos a novos concursos.

Links relacionados:

Que livro você recomenda para o Dia Mundial do Livro?

Viviana Osorio, terceira classificada do concurso Publicação Solidária da FUNIBER

Qual é sua recomendação para o Dia do Livro?

| , , , , , , , ,

Que livro você recomenda para o Dia Mundial do Livro?

Que livro você recomenda para o Dia Mundial do Livro?

Funi-concursos

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) une-se ao Dia Mundial do Livro com o concurso de fotografias Recomende um Livro

No dia 23 de abril é celebrado o Dia Mundial do Livro e a FUNIBER, pelo terceiro ano consecutivo, participa da festividade com o concurso de fotografias Recomende um Livro.

O dia 23 de abril é um dia simbólico para a literatura universal, pois nesse dia, no ano de 1616, morreram escritores importantes como William Shakespeare e Miguel de Cervantes. Por esta razão, a UNESCO instaurou em 1995, no dia 23 de abril, o Dia Mundial do Livro com a finalidade de promover a leitura.

Com este mesmo objetivo, a Fundação lança o concurso Recomende um Livro que busca desafiar a comunidade da FUNIBER para publicar no Facebook da Fundação uma fotografia sua com a capa do livro que o participante queira recomendar.

Em que consiste o concurso?

  1. Faça uma fotografia com o livro que queira recomendar.
  2. Entre no perfil do Facebook da FUNIBER.
  3. Busque a publicação sobre o concurso Recomende um Livro
  4. Publique um comentário no post que contenha:
    • Fotografia da capa do livro.
    • Título do Livro.
    • Hashtag #DiaMundialLivro2017
  1. Vote, mediante um “like” do Facebook, a fotografia que você mais gostou.

Como será escolhido o ganhador do concurso?

O ganhador do concurso Recomende um Livro da FUNIBER será aquele que receber maior número de likes do Facebook, a partir da publicação do concurso até o encerramento do mesmo, 1º de maio às 12h. (Horário da Espanha).

O que será considerado?

23 de abril: Lançamento do concurso

 

  • De 23 de abril até 1º de maio: Período de publicação e votação das fotos.
  • 1º de maio: Contagem de votos e publicação do ganhador.

 

Tire uma foto e recomende um livro para o Dia Mundial do Livro!

 —————————————————————————————————————————————————-

Regulamento do Concurso

  1. Funcionamento

Entre no perfil do Facebook da FUNIBER e comente a publicação do concurso para o Dia Mundial do Livro com uma foto sua do livro que o participante queira recomendar.

Na fotografia deve aparecer tanto a capa do livro como a pessoa que faz a recomendação.

A publicação deve conter a fotografia, o título do livro e a hashtag #DiadoLivro2017

Cada participante apenas poderá publicar de uma fotografia na publicação do concurso.

  1. Participantes

O concurso é aberto, podem participar todos aqueles que estiverem interessados, sejam alunos ou ex-alunos da FUNIBER, ou não.

  1. Idioma

Podem participar no concurso com os seguintes idiomas: espanhol, português, inglês, francês e italiano.

  1. Calendário

O concurso terá início no dia 23 de abril (11h horário da Espanha) e poderá publicar e votar nas fotos até 1º de maio (12h horário da Espanha).

Durante o dia 1º de maio, os jurados da FUNIBER farão a contagem dos votos das fotos, considerando que cumpram todas as condições expostas no ponto 1 dos regulamentos do concurso.

No dia 1º de maio, a FUNIBER publicará na página do Facebook da Fundação o nome do ganhador do concurso.

Em caso de empate, serão publicadas as fotografias empatadas e voltarão a ser submetidas à nova votação popular durante o dia 2 de maio, até 12h, horário da Espanha.

  1. Prêmio

O ganhador do concurso, além de fomentar a leitura e receber o reconhecimento da comunidade da FUNIBER, receberá um lote de livros.

A entrega do prêmio pode demorar 2 meses a partir da data de publicação do ganhador.

  1. Direitos e responsabilidades
  • A FUNIBER não se faz responsável por aquelas fotografias que possam ser suscetíveis de reclamação no referente aos direitos do autor. Os candidatos responsabilizam-se de que as fotografias apresentadas sejam de sua própria autoria.
  • A FUNIBER não aceitará fotografias que transmitam ou difundam conteúdos ilegais, difamatórios, ofensivos ou que atentem contra os valores e a dignidade das pessoas. A FUNIBER não assume nenhuma responsabilidade pela informação e conteúdo das fotografias apresentadas e, em especial, pelos danos e prejuízos que se derivem, ou possam derivar-se, assim como as ideias e opiniões que expressem, e da falta de veracidade dos dados facilitados.
  • Os participantes do concurso autorizam a FUNIBER, sem direito a receber nenhum tipo de contraprestação, a utilização de seu nome e imagem na publicidade e comunicações, tanto forma escrita como eletrônica, que se realizem na publicidade do concurso.

O descumprimento parcial ou total do regulamento será motivo de exclusão do concurso.

| , , , , , , ,

Viviana Osorio, terceira classificada do concurso Publicação Solidária da FUNIBER

Viviana Osorio, terceira classificada do concurso Publicação Solidária da FUNIBER

Publicação Solidária 3

Viviana Osorio, terceira classificada da 3ª edição do concurso Publicação Solidária da FUNIBER, opina sobre sua experiência com o concurso

Viviana, aluna bolsista da FUNIBER, natural de Puerto Berrio (Colômbia), alcançou a terceira posição final no concurso Publicação Solidária, graças aos 4.047 votos que seu trabalho “¡Detente! Escucha tu mundo, nuestro mundo” recebeu.

A estudante da Colômbia é Graduada em Contadoria Pública pela Universidad de Pamplona (Colômbia), com especialização em Gerência e Finanças. Além disso, encontra-se terminando o Mestrado Internacional em Auditoria e Gestão Empresarial patrocinado pela FUNIBER, com dupla titulação pela Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI USA) e pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO).

Atualmente, Viviana é Contadora Pública independente com um escritório privado onde oferece serviços de assessoria para micro, pequenas e médias empresas (Mipmes).

Conversamos com a terceira classificada da 3ª edição do concurso Publicação Solidária da FUNIBER para conhecer como foi sua experiência:

Como você conheceu o concurso?

Através de um convite que chegou por e-mail, além de ver os banners no Campus Virtual quando acessava para estudar.

Por que você decidiu participar do concurso?

Participei porque meu maior desejo é poder contribuir para fortalecer os valores de meu país, a Colômbia, que tanto precisa, como é o valor da solidariedade, e que por meio de meu desempenho fosse possível beneficiar uma ONG que faz um trabalho tão bonito e que contribui para formar o país e fazem o que está a seu alcance para mudar os problemas que os afligem.

Acredito que deveria ser dado maior reconhecimento a função tão importante que as ONGs cumprem dentro de nossa sociedade.

Uma vez selecionada entre os 10 semifinalistas, como você divulgou seu trabalho para conseguir mais votos e passar à fase final?

A promoção dos votos foi algo complexo. Divulguei através das redes sociais, e os meios de comunicação local contribuíram muito com esta causa. Aproveito para agradecer o canal RTP de Puerto Berrio – Colômbia, que além de me entrevistar, fez e contribuiu com um vídeo explicativo do concurso que foi difundido pelas redes sociais.

O que você fez para conseguir os votos na fase final do concurso?

Foi promovido da mesma forma, difundindo o vídeo explicativo através das redes sociais, meus companheiros da Mestrado me apoiaram com seus votos, recebi apoio da Argentina, Peru, Equador, México e EUA. Além disso, houve muito apoio da ONG Asoambiental, que seria beneficiada caso eu ficasse em primeiro ou segundo lugar. Formou-se uma equipe de trabalho que lutou até o final pela promoção dos votos.

Que benefício te trouxe participar do concurso?

Conhecer mais de perto as necessidades que as ONGs têm, as quais, por meio de meu conhecimento, posso ajudar a melhorar, fortalecer o trabalho em equipe e aprender a desenvolver estratégias essenciais que nos levem ao sucesso.

O que foi o melhor desta experiência?

Sentir o apoio da comunidade, em especial da ONG Asoambiental, e ter essa satisfação pessoal de estar fazendo algo diferente para mudar a mentalidade das pessoas promovendo pequenas ações para obter grandes mudanças.

Irá participar nos próximos concursos?

Certamente sim, sou uma pessoa perseverante e entusiasta. De fato, já tinha participado da 2ª edição do concurso Publicação Solidária, em que tive a honra de ficar como semifinalista, mas por 23 votos de diferença fiquei na quarta posição. Nesta terceira Edição, voltei a participar tendo a sorte de ficar novamente como semifinalista pelo segundo ano consecutivo, e consegui passar à final.

Como está sendo sua experiência de estudar com a FUNIBER?

Excelente! A FUNIBER tem uma metodologia em sua plataforma virtual muito adequada para as pessoas que não têm a capacidade de viajar a outro país para cursar uma Especialização. A pessoa pode dedicar tempo à sua família, trabalho e estudo, contudo, é um estudo muito exigente, já que é preciso combinar a autodisciplina, a boa administração do tempo, a organização e, é claro, não pode faltar o amor e a dedicação, porque estudar a distância é muito duro, e se faltar algum destes valores é difícil que se cumpra o objetivo.

Graças a esta plataforma, consegui ter contato com estudantes tanto de meu país como de outros países latino-americanos, e inclusive de Moçambique (África), que embora tenha outro idioma, não é impedimento para interagir com eles, somos pessoas que compartilhamos os mesmos interesses, interagir com eles é o mais enriquecedor que pode haver, trocar pensamentos e fazer discussões sobre temas afins a nossos interesses. Meus companheiros viraram uma família, porque se recebe apoio emocional deles, nos dão ânimos e celebramos cada pequeno triunfo.

Algum comentário ou mensagem para suas companheiras da fase final e para a comunidade da FUNIBER?

Às minhas companheiras finalistas e vencedoras, minhas mais sinceras felicitações, um abraço forte mesmo à distância, fizeram um excelente trabalho. O objetivo deste concurso é promover a solidariedade entre nossas comunidades e todos somos vencedores em grande medida, todos lutamos para cumprir um objetivo e divulgar o trabalho tão extraordinário que as ONGs fazem em nossos países. Embora não tenha sido possível alcançar a meta econômica, obtive a aprendizagem de que quando há trabalho em equipe, boa comunicação, organização e boas metodologias, pode-se conseguir grandes coisas.

À FUNIBER, felicitá-los por promover este tipo de concurso, em que se estimula e se fortalece os valores de seus estudantes e graduados. No mundo, não só é preciso grandes profissionais, como também pessoas íntegras e com ética profissional para assegurar o êxito de suas boas gestões.

Links relacionados:

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,