FUNIBER entrega prêmio à terceira classificada do FUNIMUNDIAL

Funimundial

No dia 12 de setembro, na sua sede de Porto Rico, a FUNIBER realizou a entrega do prêmio a Maria Luiza Padilla, terceira classificada do concurso FUNIMUNDIAL.

Com seu vídeo intitulado “Desenvolvimento do pensamento no treinamento intelectual e físico do jogador de futebol”, a porto-riquenha conseguiu 326 votos.

Adriana Mayorga, Diretora Adjunta de Admissões Internacional da FUNIBER, foi quem entregou o kit de produtos de merchandising da Fundação Universitária Iberoamericana.

Confira no link abaixo uma breve entrevista onde Maria Luiza conta qual foi a razão que a fez participar do concurso. Não percam!

http://youtu.be/V15ZxP1RXdU

FUNIBER entrega os prêmios do concurso FUNIMUNDIAL à ganhadora

Funimundial

Rosa Abdelnour Granados, estudante do Mestrado em Resolução de Conflitos da FUNIBER, recebeu no dia 17 de setembro, na sede da Fundação na Costa Rica, os prêmios por ter sido classificada como ganhadora do concurso FUNIMUNDIAL.

Um Tablet e uma bolsa de estudos de 80% para realizar qualquer curso de mestrado através da FUNIBER foram as recompensas por seu trabalho “O Mundial de Futebol e o Conflito”, que conseguiu 1.675 votos na fase final e a definiu como vencedora.

Com este concurso, a FUNIBER pretendeu criar um espaço para estimular a interação do estudante com uma aplicação prática dos estudos relacionados à atualidade, desenvolver conhecimento a partir da prática lúdica e da leitura de outros trabalhos e promover a diversidade cultural entre saberes e países.

A seguir, convidamos a assistir o vídeo com o depoimento da ganhadora sobre sua experiência no FUNIMUNDIAL http://fnbr.es/tj

Parabéns a Rosa e a todos os participantes!

As satisfações deixadas pelo FUNIMUNDIAL, muito além dos prêmios

Funimundial

Nós conversamos com María Luiza Padilla, terceira classificada do FUNIMUNDIAL.

María Luiza Padilla Meléndez conseguiu obter o terceiro lugar no FUNIMUNDIAL, com um total de 326 votos. A sua participação no concurso lhe deu muito satisfação, e ela nos conta a seguir os detalhes desta emocionante experiência.

Padilla conta muito animada que a sua participação no concurso promovido pela FUNIBER lhe permitiu compreender uma grande lição de vida: “Aprendi que temos que nos esforçar para alcançar as metas, e principalmente me senti vencedora pelo simples fato de participar”. Além disso, ao promover o seu trabalho nas redes sociais, descobriu que podia conseguir o apoio de muitas pessoas para alcançar a sua meta.

O concurso significou para a estudante da FUNIBER uma “aprendizagem em ação”. Padilla é uma estudante do Programa de Doutorado em Educação oferecido pela Universidade Internacional Iberoamericana em colaboração com a FUNIBER, e decidiu realizar um trabalho seguindo a sua linha de pesquisa: a Educação e as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Padilla apresentou ao FUNIMUNDIAL o trabalho titulado “Desenvolvimento do pensamento no treinamento intelectual e físico do futebolista”, um vídeo no qual a estudante do programa de doutorado busca marcar certas pautas no ensino e no esporte, utilizando uma plataforma tecnológica como o Youtube para apoiar o processo de aprendizagem.

A divulgação do trabalho não funcionou como esperava na fase final

A divulgação do trabalho apresentou alguns problemas para Padilla. Ela comenta que na fase inicial do concurso, a sua família e os amigos mais próximos ajudaram a promover sua participação no FUNIMUNDIAL, explicando que queria ganhar uma bolsa para ajudar sua irmã a obter uma carreira profissional. A seguir, utilizaria uma nova estratégia de promoção, recorrendo ao orgulho pátrio e utilizando a bandeira de seu país para ganhar a simpatia de seus compatriotas. Graças a esta última estratégia conseguiu ganhar muitos votos e passar à segunda fase do concurso.

Na segunda fase do FUNIMUNDIAL, a estudante da FUNIBER teve alguns problemas para promover seu trabalho. Os canais de televisão não atenderam o seu pedido para divulgar a sua mensagem e, além disso, muitas das pessoas que participaram na primeira etapa do concurso entenderam que deviam votar uma única vez e não a apoiaram com seu voto na segunda etapa. Somado a isso, problemas com a conexão à Internet impediram Padilla de concluir o processo de promoção.

No entanto, apesar dos problemas, a estudante da FUNIBER encontrou nesta experiência algo animador: “fiquei um pouco triste, já que tinha a esperança de poder ajudar minha irmã através da bolsa, mas superei isso pensando nas conquistas que obtive e no grande apoio da minha família e amigos”.

O FUNIMUNDIAL foi uma experiência enriquecedora para Padilla, e ela comenta a respeito: “Considero que é uma grande iniciativa por parte da FUNIBER e uma grande oportunidade para seus estudantes e ex-alunos. Oportunidades como esta não temos sempre, espero que continuem sendo oferecidas”.

Você pode conhecer o trabalho da terceira classificada do FUNIMUNDIAL neste link: http://fnbr.es/s8