Daniel Bueno, aluno da Espanha bolsista da FUNIBER

Opinião de Daniel Bueno, aluno do Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira patrocinado pela FUNIBER

Opiniões dos alunos

Daniel Bueno, aluno da Espanha bolsista da FUNIBER do Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira, opina sobre sua experiência estudando a distância e como a experiência lhe ajudou em seu desenvolvimento profissional

Daniel, natural de Madri (Espanha), tem a Graduação em Educação Primária com menção ao Ensino de Inglês como Língua Estrangeira pela Universidade Pontifícia de Comillas. Também, tem o Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira patrocinado pela FUNIBER, com titulação pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO).

Ao longo de sua trajetória profissional, o aluno espanhol foi professor de inglês e espanhol como língua estrangeira. Uma vez terminada a Graduação, mudou-se para a China para trabalhar como Professor de Espanhol na Universidade Internacional de Heilongjiang (HIU), onde foi renomado Coordenador da equipe docente encarregada dos níveis B1-B2. Do mesmo modo, em Heilongjiang fez parte durante dois anos do Comitê Científico do Congresso de ELE (Espanhol como Língua Estrangeira), organizado por esta universidade.

Atualmente, e graças a uma oferta de trabalho publicada pela FUNIBER, Daniel é Professor de Pronúncia, Conversação e Compreensão Auditiva na Universidade de Xiamen.

Conversamos com o aluno espanhol para conhecer sua experiência estudando a distância e como estes estudos lhe ajudaram em seu desenvolvimento profissional:

Por que você decidiu cursar o Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira patrocinado pela FUNIBER?

No ano 2013, cheguei na China para trabalhar como Professor de Espanhol na Universidade Internacional de Heilongjiang, e para mim foi uma oportunidade excelente. Antes de ser selecionado, tinha decidido dedicar-me ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira e estava procurando um Mestrado que me permitisse tomar este caminho. Entretanto, ao conseguir este trabalho em Heilongjiang, decidi esperar um ano e depois cursar o Mestrado on-line através da FUNIBER. Esta era a melhor opção para não perder meu posto de trabalho e seguir me capacitando, não queria desperdiçar um ano de experiência como professor para cursar um Mestrado quando podia fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

O que você mais gostou do Mestrado? O que destacaria?

Eu gostei muito que a maioria das disciplinas é avaliada principalmente com um trabalho final no lugar de um exame. Fazer um trabalho te orienta à ação, a pôr em prática aspectos teóricos aprendidos durante a disciplina.

Por isso, me parece que a elaboração de um trabalho final é muito mais completa que fazer exames, já que une os âmbitos prático e teórico, enquanto um exame costuma ficar no teórico.

O que você opina sobre os professores do Mestrado? E sobre o programa de estudos?

Os professores são todos muito profissionais e estão sempre dispostos a ajudar. Além disso, se vê que são especialistas no ensino de ELE e também conhecidos, em meu caso, já que me dedico ao ensino de espanhol a estudantes que falam chinês, e foi um prazer descobrir que um de meus professores era Maximiliano Cortês. O programa de estudos é o adequado para te capacitar como professor de ELE, tenha-se ou não experiência neste campo.

Como o Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira complementou sua formação? Em que contribuiu?

Contribuiu com os conhecimentos necessários para poder dedicar-me a minha atual profissão, assim como para aprender a realizar uma pesquisa em curso e a saber onde buscar para seguir me atualizando com o passar dos anos. Por outro lado, se você deseja dedicar-se a ensinar espanhol como língua estrangeira, é fundamental ter este Mestrado, e mais ainda se há interesse em trabalhar em uma universidade, como é meu caso. Cada vez há mais professores de espanhol e mais competência, e também estou observando que cada vez é mais difícil ter um trabalho sem uma Especialização. O mais seguro é que em alguns anos já seja um requisito indispensável em todos os centros, ao menos na China, que é o contexto que eu conheço melhor.

Como a FUNIBER facilitou a possibilidade de trabalhar na Universidade de Xiamen, na China?

A FUNIBER mandou informação aos estudantes do Mestrado em Linguística Aplicada sobre esta oferta de trabalho e como fazer para nos candidatar. Uma vez selecionado, me ajudaram muito na comunicação com a Universidade de Xiamen, assim como em todos os trâmites que foram precisos para poder trabalhar na China, que são muitos. A verdade é que estou muito contente com meu atual emprego nesta universidade e sou consciente de que não o teria conseguido sem a FUNIBER. Estou também muito grato a Saiketa Weng, delegada da FUNIBER na China, graças o todo o tedioso processo administrativo se fez muito mais fácil de levar, ela sempre mostrou sua disponibilidade para ajudar com qualquer problema ou dúvida que eu tivesse, foi um verdadeiro prazer poder administrar tudo isto com ela.

Como você está aplicando os conhecimentos adquiridos com a FUNIBER em seu novo trabalho como Professor de Espanhol como Língua Estrangera na Universidade de Xiamen?

Atualmente estou ministrando as disciplinas de “conversação” e “audição”, por isso estou colocando em prática todos os conhecimentos adquiridos durante o Mestrado nestes campos. Também, tenho vários projetos de pesquisa, e sei como efetiva-los graças aos conhecimentos adquiridos durante o Mestrado.

Que você opina sobre o modelo de educação a distância da FUNIBER?

Em meu caso, escolher o modelo de educação a distância da FUNIBER foi perfeito, já que eu não estava na Espanha e estava trabalhando, não queria estragar toda a experiência como professor que estava tendo para cursar um Mestrado, embora também era muito consciente de que se queria progredir e ampliar minhas opções como professor de espanhol, ter o Mestrado era fundamental. Este modelo de educação tem várias vantagens, uma vez que tira a limitação de ter que estar em um determinado lugar e em uma determinada hora para realiza-lo e, além disso, te permite combinar a formação com a prática profissional.

O que você diria às pessoas que estejam planejando estudar a distância com a FUNIBER?

Diria que a FUNIBER é uma grande opção se você não pode se permitir, pelas razões que sejam, deixar o que está fazendo para se dedicar exclusivamente a um Mestrado de forma presencial. A FUNIBER te permite capacitar-se sem por isso ter que optar pela experiência laboral ou a formação acadêmica. Para mim, foi bastante duro ter que cursar um Mestrado ao mesmo tempo em que estou trabalhando, mas a FUNIBER dá muitas facilidades para poder fazê-lo. Eu estou muito contente por minha escolha e não a mudaria.

Links relacionados:

Opinião de María Butrón, aluna do Mestrado em Formação de Professores de Espanhol como Língua Estrangeira da FUNIBER

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Miriam Herrera, vencedora do concurso de fotografias “Recomende um Livro”

Miriam Herrera, vencedora do concurso de fotografias “Recomende um Livro”

Funi-concursos

Miriam Herrera é a vencedora do concurso em celebração ao Dia Mundial do Livro 2017, “Recomende um Livro”, patrocinado pela Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER)

Apresentamos a vencedora e a finalista do concurso de fotografias “Recomende um Livro” realizado nas páginas do Facebook da Fundação no último dia 23 de abril para comemorar o Dia Mundial do Livro 2017.

Depois de uma semana de votação, no dia 1 de maio às 00h00 (horário da Espanha), conhecemos a vencedora do concurso, Miriam Alicia Herrera, que teve 892 curtidas com a recomendação do livro O Diário da Anne Frank; e a finalista, Lucia Rodezno, que recomendou De Pernas Pro Ar. A Escola do Mundo ao Avesso, de Eduardo Galeano, que teve 797 curtidas.

Cumprindo com o compromisso assumido pela FUNIBER com a apresentação do concurso, Miriam Alicia Herrera, natural do México e aluna do Mestrado em Nutrição e Biotecnologia Alimentar patrocinado pela FUNIBER, receberá por parte da Fundação um lote de livros formado por:

  • Crônicas, Volume 1, de Bob Dylan, Prêmio Nobel de Literatura 2016.
  • A cidade dos prodígios, de Eduardo Mendoza, Prêmio Cervantes 2016.
  • Tudo isso te darei, de Dolores Redondo, Premio Planeta 2016.

A FUNIBER valoriza a grande participação no concurso, a diversidade de temas e autores dos livros recomendados e o entusiasmo que o evento gerou na comunidade de seguidores das páginas do Facebook da Fundação.

Queremos parabenizar a Miriam Alicia Herrera Morfin, vencedora do concurso, e a Lucia Rodezno, que ficou com o segundo lugar. Além disso, reiteramos nosso agradecimento a todos os participantes e convidamos a estar atentos a novos concursos.

Links relacionados:

Que livro você recomenda para o Dia Mundial do Livro?

Viviana Osorio, terceira classificada do concurso Publicação Solidária da FUNIBER

Qual é sua recomendação para o Dia do Livro?

| , , , , , , , ,

Opinião de Marcos Tapia, aluno do Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção da FUNIBER

Opinião de Marcos Tapia, aluno do Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER

Opiniões dos alunos

Marcos Tapia, aluno do Chile, bolsista pela FUNIBER do Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção, opina sobre a sua experiência estudando a distância

Marcos, natural de San Bernardo (Chile), é Graduado em Engenharia de Execução de Eletricidade pela Universidade de Santiago de Chile (USACH). Também, possui o título de Técnico Superior em Eletrônica Industrial cursado no Instituto Profissional Centro de Formação Técnica (INACAP).

O aluno do Chile também possui o Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER, com dupla titulação pela Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI EUA) e pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO). Também, concluiu sua formação com as Especializações no ISO 9001; e em Mineração e Meio Ambiente, também promovidos pela FUNIBER.

Ao longo de sua trajetória profissional, Marcos trabalhou em diferentes empresas do setor eletrônico e como docente na Universidad de Chile (UCHILE). Há 15 anos, o estudante do Chile é Consultor e Assessor independente para diversas empresas, indústrias e instituições públicas.

Conversamos com Marcos Tapia para conhecer a sua experiência estudando a distância:

Por que decidiu cursar o Mestrado em Gestão Integrada: Meio ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER?

Decidi cursar a Mestrado com dupla titulação em Gestão Integrada: Meio ambiente, Qualidade e Prevenção da FUNIBER com o objetivo de ampliar os meus conhecimentos e habilidades profissionais em outras áreas e não menos importantes que também intervêm na minha especialidade como engenheiro elétrico.

O que você mais gostou do Mestrado? O que destacaria?

O que eu mais gostei do Mestrado foi a sua modalidade on-line e a possibilidade de interagir com professores e profissionais de outros países. Dessa forma, destaco a sua modalidade, que me permitiu programar os meus tempos de estudos com o meu trabalho, entre outras atividades, também, importantes do meu dia a dia.

O que opina sobre os professores do Mestrado? E do programa de estudos?

Tenho uma boa opinião sobre os professores do Mestrado em relação ao conhecimento e a pronta resposta ao responder as minhas perguntas. Em geral, em relação ao programa de estudos, parece-me muito assertiva a estrutura com que está elaborado o programa e a forma de apresentação sistematizada dos temas com exemplos práticos.

Como Engenheiro Elétrico, o que contribuiu o Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER?

Como Engenheiro Elétrico, o Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção da FUNIBER forneceu-me conhecimento teórico e prático nestas diferentes especialidades, ampliando a minha visão como consultor independente e assessor.

Por que decidiu completar a sua formação com as Especializações no ISO 9001 e em Mineração e Meio Ambiente?

Decidi completar a minha formação com a Especialização no ISO 9001, considerando a momento atual que o Chile vive, como país em vias de desenvolvimento, já que muitas das empresas locais estão homologando sob as normas internacionais de Qualidade, da mesma forma de Meio ambiente e Prevenção. Em relação à formação na Especialização em Mineração e Meio Ambiente, e sendo o Chile um país mineiro de nível mundial, faltava-me complementar os meus estudos e conhecimentos como assessor em relação a esta área da indústria.

Como Assessor Independente, como está aplicando os conhecimentos aprendidos com a FUNIBER em seu dia a dia profissional?

Estou aplicando os conhecimentos aprendidos com a FUNIBER no meu trabalho diário como assessor e consultor independente principalmente em empresas de construção que são responsáveis, pelo Diretores privados ou pelo Estado, diversos projetos de infraestrutura a nível nacional, e mais especificamente em projetos de recintos especiais com riscos de contaminação ambiental (derrame) ou com riscos de explosão (combustíveis).

Você já recebeu o título? Se for assim, quanto demorou?

Ainda não recebi os meus títulos, devo esperar um prazo de 12 a 15 meses.

O que diria às pessoas que estão planejando estudar a distância com a FUNIBER?

Na minha experiência, recomendo esta modalidade de estudo às pessoas que estejam planejando estudar a distância com a FUNIBER, principalmente por razões práticas de administração de tempo pessoal e de trabalho, da mesma forma pela ajuda, pelo financiamento, por meio das bolsas da FUNIBER.

Links relacionados:

 

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,