Os “Desafios da educação na América Latina” será o tema da Conferência do Dr. Arzamendi em Lima

Os “Desafios da educação na América Latina” será o tema da Conferência do Dr. Arzamendi em Lima

Notícias

A educação superior on-line na América Latina expõe diversos desafios para seus atores: professores, estudantes, instituições educativas e Estado. Este será o tema da Conferência do Dr. Jesus Arzamendi na próxima sexta-feira, dia 12 de maio, no salão Mozart do Hotel Crowne, Miraflores, em Lima (Peru), às 18h30.

No âmbito da educação, em especial da educação superior, há alguns anos diversas instituições universitárias apostaram em desenvolver uma oferta de formação on-line de qualidade que capacite profissionais capazes de enfrentar os desafios atuais e aproveitar as oportunidades. A educação a distância oferece autonomia e flexibilidade, assim como exige metodologia e planejamento dos alunos. Neste sentido, é fundamental fomentar espaços para a comunicação aberta e eficaz entre as instituições universitárias e a comunidade estudantil. Por isso, o Dr. Jesus Arzamendi, diretor de Programas de Doutorado da FUNIBER, fará uma conferência sobre os desafios da formação a distância na América Latina. A seguir, comentamos algumas das principais colocações sobre o tema:

Personalizar a atenção ao estudante

É um erro duplicar o modelo educativo acadêmico presencial e transferi-lo a um modelo on-line. A educação a distância pode tomar elementos da educação tradicional para melhorá-los, agregando valor à experiência e procurando a satisfação das expectativas dos estudantes. Neste sentido, a formação on-line – diferente da presencial tradicional – deve entender o que o aluno precisa e armar um plano de estudos com um tutor que acompanhe seu desenvolvimento.

Conter a deserção

A falta de motivação pode ser um dos principais problemas que os estudantes on-line enfrentam, que desencadeia o abandono de seus cursos. Para conter a deserção, os modelos educativos on-line devem apoiar-se nas necessidades do aluno e considerar seus projetos pessoais; deste modo, a motivação permanecerá durante todo o período de estudos.

Ampliar as ferramentas educativas

A amplitude no emprego de suportes impressos e de plataformas digitais é fundamental para a divulgação dos conteúdos educativos. Por exemplo, os dispositivos eletrônicos como tablets e celulares (o denominado M-learning), a nuvem como grande contentor de conhecimento, assim como plataformas interativas como as redes sociais ou os videojogos na aprendizagem a distância, em combinação com materiais impressos, são de grande ajuda no acesso aos conteúdos educativos.

Facilitar o acesso à Internet

Embora pouco a pouco as taxas de acessibilidade à rede tenham aumentado e as capitais latino-americanas tenham superado progressivamente seus problemas de conexão, não ocorre o mesmo com os centros povoados periféricos das metrópoles, nem com as regiões rurais. Neste sentido, é necessário desenvolver programas de pesquisa tecnológica, assim como impulsionar projetos interinstitucionais dedicados a procurar e implementar soluções para estender o acesso à Internet para os lugares mais separados da região.

Oferecer soluções econômicas

O nível aquisitivo médio de muitos profissionais na América Latina costuma ser baixo, por isso os preços oferecidos atualmente estão fora do alcance de muitos dos potenciais alunos. Neste sentido, é fundamental oferecer soluções econômicas, como as bolsas de estudo, para o financiamento dos estudos de especializações.

Os “Desafios da educação na América Latina”

Estes temas serão tratados por Dr. Jesus Arzamendi, que é diretor dos Programas de Doutorado que a FUNIBER patrocina, e diretor do Mestrado em Formação de Professores de Espanhol como Língua Estrangeira e do Master in Teaching English as a Foreign Language, patrocinados pela FUNIBER. Durante a conferência, haverá a oportunidade de esclarecer dúvidas e fazer perguntas diretamente ao especialista em educação a distância. A entrevista é na próxima sexta-feira, dia 12 de maio, no Salão Mozart do Hotel Crowne, Plaza de Miraflores, Av. Benavidades 300, Miraflores, em Lima (Peru), às 18h30.

A entrada a este evento é gratuita, com confirmação prévia.

Confirmar presença pelo e-mail peru@funiber.org ou pelo telefone 01 448 0200.

Links relacionados:

Opinião de Sônia Sena, aluna do Mestrado em Educação da FUNIBER

| , , , , , , , , , , , ,

Opinião de Marcos Tapia, aluno do Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção da FUNIBER

Opinião de Marcos Tapia, aluno do Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER

Opiniões dos alunos

Marcos Tapia, aluno do Chile, bolsista pela FUNIBER do Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção, opina sobre a sua experiência estudando a distância

Marcos, natural de San Bernardo (Chile), é Graduado em Engenharia de Execução de Eletricidade pela Universidade de Santiago de Chile (USACH). Também, possui o título de Técnico Superior em Eletrônica Industrial cursado no Instituto Profissional Centro de Formação Técnica (INACAP).

O aluno do Chile também possui o Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER, com dupla titulação pela Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI EUA) e pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO). Também, concluiu sua formação com as Especializações no ISO 9001; e em Mineração e Meio Ambiente, também promovidos pela FUNIBER.

Ao longo de sua trajetória profissional, Marcos trabalhou em diferentes empresas do setor eletrônico e como docente na Universidad de Chile (UCHILE). Há 15 anos, o estudante do Chile é Consultor e Assessor independente para diversas empresas, indústrias e instituições públicas.

Conversamos com Marcos Tapia para conhecer a sua experiência estudando a distância:

Por que decidiu cursar o Mestrado em Gestão Integrada: Meio ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER?

Decidi cursar a Mestrado com dupla titulação em Gestão Integrada: Meio ambiente, Qualidade e Prevenção da FUNIBER com o objetivo de ampliar os meus conhecimentos e habilidades profissionais em outras áreas e não menos importantes que também intervêm na minha especialidade como engenheiro elétrico.

O que você mais gostou do Mestrado? O que destacaria?

O que eu mais gostei do Mestrado foi a sua modalidade on-line e a possibilidade de interagir com professores e profissionais de outros países. Dessa forma, destaco a sua modalidade, que me permitiu programar os meus tempos de estudos com o meu trabalho, entre outras atividades, também, importantes do meu dia a dia.

O que opina sobre os professores do Mestrado? E do programa de estudos?

Tenho uma boa opinião sobre os professores do Mestrado em relação ao conhecimento e a pronta resposta ao responder as minhas perguntas. Em geral, em relação ao programa de estudos, parece-me muito assertiva a estrutura com que está elaborado o programa e a forma de apresentação sistematizada dos temas com exemplos práticos.

Como Engenheiro Elétrico, o que contribuiu o Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção patrocinado pela FUNIBER?

Como Engenheiro Elétrico, o Mestrado em Gestão Integrada: Meio Ambiente, Qualidade e Prevenção da FUNIBER forneceu-me conhecimento teórico e prático nestas diferentes especialidades, ampliando a minha visão como consultor independente e assessor.

Por que decidiu completar a sua formação com as Especializações no ISO 9001 e em Mineração e Meio Ambiente?

Decidi completar a minha formação com a Especialização no ISO 9001, considerando a momento atual que o Chile vive, como país em vias de desenvolvimento, já que muitas das empresas locais estão homologando sob as normas internacionais de Qualidade, da mesma forma de Meio ambiente e Prevenção. Em relação à formação na Especialização em Mineração e Meio Ambiente, e sendo o Chile um país mineiro de nível mundial, faltava-me complementar os meus estudos e conhecimentos como assessor em relação a esta área da indústria.

Como Assessor Independente, como está aplicando os conhecimentos aprendidos com a FUNIBER em seu dia a dia profissional?

Estou aplicando os conhecimentos aprendidos com a FUNIBER no meu trabalho diário como assessor e consultor independente principalmente em empresas de construção que são responsáveis, pelo Diretores privados ou pelo Estado, diversos projetos de infraestrutura a nível nacional, e mais especificamente em projetos de recintos especiais com riscos de contaminação ambiental (derrame) ou com riscos de explosão (combustíveis).

Você já recebeu o título? Se for assim, quanto demorou?

Ainda não recebi os meus títulos, devo esperar um prazo de 12 a 15 meses.

O que diria às pessoas que estão planejando estudar a distância com a FUNIBER?

Na minha experiência, recomendo esta modalidade de estudo às pessoas que estejam planejando estudar a distância com a FUNIBER, principalmente por razões práticas de administração de tempo pessoal e de trabalho, da mesma forma pela ajuda, pelo financiamento, por meio das bolsas da FUNIBER.

Links relacionados:

 

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Opinião do Gladys Alonso, aluna da Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão da FUNIBER

Opinião do Gladys Alonso, aluna da Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão da FUNIBER

Opiniões dos alunos

Gladys Alonso, aluna da Colômbia bolsista da FUNIBER da Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão, opina a respeito da experiência estudando a distância

Gladys, natural de Barranquilla (Colômbia), é Licenciada em Comunicação Social e Jornalismo com especialização em Comunicação Política e Econômica pela Universidade Autônoma do Caribe (UAC). Também, tem Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão patrocinada pela FUNIBER, com titulação pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO).

Ao longo de sua trajetória profissional, a aluna da Colômbia trabalhou no âmbito do jornalismo em televisão, desenvolvendo pesquisas, realização de projetos e guias. Atualmente, Gladys trabalha no Canal de Televisão da Universidad Autónoma del Caribe (UAC), coordenando os contendios para este meio.

Conversamos com a estudante da Colômbia para conhecer sua experiência estudando a distância:

Por que decidiu cursar a Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e  Televisão da FUNIBER?

Sempre me apaixonou fazer televisão e realizar esta especialização me pareceu pertinente para aumentar meus conhecimentos na área. As disciplinas oferecidas foram acordes à minhas necessidades acadêmicas e aspectos que tinha aprendido na prática, sem dúvida seriam reforçados na academia graças ao que este programa oferecia.

O que você mais gostou na Especialização? O que destacaria?

Da especialização eu gostei de tudo. As disciplinas foram muito completas e a flexibilidade para o estudo me permitiu cursá-la sem nenhum problema e sem afetar meu trabalho. Da mesma maneira forma, deixou-me um grande material bibliográfico que me servirá de consulta permanente.

O que você opina dos professores da Especialização? E do programa de estudos?

Por parte dos professores posso dizer que seu apoio foi bom em especial do Tutor do Projeto de Graduação, que sempre atendeu minhas dúvidas referentes a minha pesquisa. Quanto ao programa, pareceu-me ajustado à especialização e satisfez minhas expectativas.

Como Licenciada em Comunicação Social o que cursar a Especialização em Direção e Produção de Cine, Vídeo e Televisão da FUNIBER aportou? Como estás aplicando os conhecimentos aprendidos em seu dia a dia profissional?

Esta especialização me aportou muitíssimo. Como disse anteriormente, na atualidade estou trabalhando no canal da Universidade e atuo na área administrativa e de coordenação de conteúdos. De fato, recentemente realizamos o capítulo de uma série do canal Telecaribe e sem dúvida o que aprendi na especialização me permitiu ampliar meus conhecimentos e, por tanto, facilitou muito mais meu trabalho.

O que você diria às pessoas que se estejam pensando em estudar a distancia com a FUNIBER?

Sem dúvidas eu recomendo. Para as pessoas que trabalham isso muitas vezes é difícil, trabalhar e estudar de forma presencial, especialmente para quem trabalha em meios de comunicação onde o trabalho é absorvente. Em meu caso particular, trabalhava e com filhos pequenos, assim não tinha tempo para o estudo. A opção da FUNIBER foi a melhor para poder fazê-lo depois de muito tempo. Adequava-se a meus horários de trabalho e pessoais, o que foi essencial para terminá-la com sucesso.

Links relacionados:

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,