Opinião de Carolina Piramanrique, aluna do Mestrado em Resolução de Conflitos e Mediação da FUNIBER

Opinião de Carolina Piramanrique, aluna do Mestrado em Resolução de Conflitos e Mediação da FUNIBER

Carolina Piramanrique, aluna da Colômbia bolsista da FUNIBER do Mestrado em Resolução de Conflitos e Mediação , opina sobre sua experiência estudando a distância

Carolina, natural de Bogotá (Colômbia), é Licenciada em Ciências Políticas pela Universidad de Los Andes. Atualmente, graças a uma Bolsa de Estudos da FUNIBER está cursando o Mestrado em Resolução de Conflitos e Mediação , com dupla titulação pela Universidade Europeia do Atlântico (UNEATLANTICO) e pela Universidade Internacional Iberoamericana (UNINI Porto Rico).

Ao longo de sua trajetória profissional, trabalhou no Ministério do Interior da Colômbia na Direção de Democracia e Participação Cidadã , e atualmente colabora com a Fundación Somos Capaces.

Entrevistamos a estudante colombiana para que dê sua opinião sobre sua experiência estudando a distância com a FUNIBER e sobre como está aplicando os conhecimentos aprendidos com o Mestrado em Resolução de Conflitos e Mediação em seu âmbito profissional.

Por que você decidiu estudar a distância?

O estudo a distância oferecia a melhor opção, que é alcançar mais um ganho acadêmico sem me desgastar inutilmente, mas, ao contrário, com o maior benefício para mim como estudante. Estudar com esta modalidade é somar-se a uma proposta amável com o bem-estar do aluno e, além disso, conceder um título ao final, com nível. Do mesmo modo, requer disciplina, assimilação de conteúdos para a própria vida e para entender o mundo; de maneira que se pode levar seu próprio processo durante um Mestrado.

Por que você decidiu cursar o Mestrado em Resolução de Conflitos e Mediação?

Sob minha perspectiva acadêmica, há um ponto no que o debate de temas políticos perde a noção de um ‘nós’ na humanidade, sem uma visão de paz. O Mestrado oferece as discussões necessárias para resolver conflitos em todos os âmbitos humanos, ou seja, familiar, comunitário, escolar, organizacional, penal, sanitário, internacional e relacionados com os novos meios de comunicação.

O que você mais gosta do Mestrado? O que destacaria?

O alternativo é, sem dúvida, um ponto muito importante a assinalar. A racionalidade tem função, mas não pode ser o princípio reitor de toda análise humana nem de toda reflexão emocional. O Mestrado não descarta algo que para a racionalidade científica é incompreensível, trata-se da aproximação com a emotividade humana, do nós e do si mesmo.

Qual é a sua opinião sobre os professores do Mestrado? E sobre o programa de estudos?

Os professores têm tanto experiência quanto formações, e o programa é tão abrangente como foi minha carreira de estudante. A amplitude deste Mestrado, com dupla titulação, permitiu-me visualizar minha busca laboral com certeza.

Os professores utilizam a rede com total discrição e oportunidade. Devo confessar minha apatia superada pelo uso da rede, parecia tanto ineficaz quanto complicada. Há muito tempo conto com um computador e com internet em minha casa; mas não tirava o proveito de agora, nem encontrava a importância e utilidade como agora. Sinto-me cômoda colocando meus trabalhos na plataforma e pensando em que do outro lado há um(a) professor(a) dando sua contribuição.

Como Licenciada em Ciências Políticas, em que o Mestrado da FUNIBER está contribuindo?

O Mestrado permitiu observar com distância os maus costumes culturais que meu entorno mantém e que denotam um tipo inapropriado de relacionamento interpessoal para conseguir e manter acordos de paz. Além disso, compreendo o necessário a mediar nos conflitos, em um país onde isto é uma novidade; enquanto já tem seu tempo em outros.

Posso colaborar na reconstrução de vidas sendo politóloga ou Licenciada em Ciências Políticas, de maneira que somo força nos fatos, à minha própria consciência tranquila e ao serviço que outros podem receber de uma especialista. Em um contexto no qual algumas profissões resultam mais próximas à vida diária que outras, e no qual, com este Mestrado, quebro estes esquemas em favor do próximo.

O que você opina da plataforma virtual da FUNIBER?

É uma plataforma simples de lidar, onde todas as disciplinas têm o mesmo método de avaliação, e inova na socialização dos temas. Sinto-me integrada e acostumada a um método que aceitei desde o início. Este me permite programar meu tempo, entender a complexidade dos temas e responder com pontualidade.

O que diria às pessoas que estejam considerando estudar a distancia com a FUNIBER?

Em primeiro lugar, devo mencionar a sede da FUNIBER em Bogotá, que conta com uma infraestrutura e pessoal comprometido. De forma que chegar ali, é deixar na porta os mitos sobre a modalidade on-line. Em segundo lugar, devo comentar o aval de convalidação do título que o Ministério de Educação da Colômbia dá aos graduados. Sendo assim, a FUNIBER é o lugar apropriado para estudar um Mestrado.

Links relacionados: