Opinião de Josélia Cambraia Dias, aluna bolsista do Mestrado em Gestão e Auditorias Ambientais

Opinião de Josélia Batista Dias, aluna bolsista do Mestrado em Gestão e Auditorias Ambientais

Opiniões dos alunos, Opinioes Funiber

Josélia Batista Dias do Souza é uma aluna brasileira que estudou o Mestrado em Gestão e Auditorias Ambientais na Universidade Internacional Iberoamericana (UNINI), patrocinada pela FUNIBER.

Josélia queria poder cursar uma titulação superior em alguma universidade estrangeira ou, pelo menos, com validade também fora do Brasil e estava tendo muitos problemas para encontrar titulações que se ajustassem às suas necessidades. As formações da rede universitária com a qual a FUNIBER colabora e as facilidades que o programa de becas da fundação lhe deu satisfizeram suas necessidades e, além disso, ficou muito contente com a experiência.

Você pode ver a entrevista completa com a Josélia Cambraia Dias do Souza no vídeo a seguir:

| , , , , , , , , ,

Opinião de João Ricardo Costa, aluno bolsista da Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão

Opinião de João Ricardo Costa, aluno bolsista da Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão

Opiniões dos alunos

João Ricardo Costa, aluno de Santa Catarina (Brasil), bolsista pela FUNIBER da Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão, fala sobre a sua experiência estudando a distância

João Ricardo Costa, natural de Florianópolis (Brasil), estudou Produção Publicitária na Universidade do Vale do Itajaí. Além disso, tem Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão patrocinada pela FUNIBER, com titulação pela Universidade Europeia Miguel de Cervantes. Atualmente trabalha na área de marketing na empresa Maratur Turismo e Hotelaria.

Após o divórcio em 2012 e a experiência com a guarda da filha, João escreveu o livro Sonhos da Isah, que conta as aventuras de uma menina que impedida de conviver com o pai, encontra-se com ele em seus sonhos. A partir do livro, surgiu a ideia de produzir o curta-metragem animado, em que coloca em prática as técnicas adquiridas na Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão promovida pela FUNIBER e, desta maneira, pôde contribuir no apoio aos pais que vivem a guarda compartilhada dos filhos depois de uma separação.

O curta-metragem participou de vários festivais no Brasil, na Romênia, no Peru e na Colômbia e foi notícia em diversos jornais, portais e emissoras de televisão. Recentemente, o curta-metragem ganhou um concurso cultural em Goiás (Brasil); e com a premiação, irá compor uma coletânea de curtas-metragens que será distribuída em DVDs em todas as escolas da rede básica de ensino do Estado.

Conversamos com o aluno brasileiro para conhecer a sua experiência estudando uma especialização a distância:

De onde veio o desejo de criar a história “Sonhos da Isah”, que se transformou em livro e em desenho animado?

Da ideia de transformar em desenho animado os sonhos e as histórias da minha filha e por meio destes incentivar a guarda compartilhada dos filhos, que no Brasil é lei deste 2014 (Lei 13058-14), porém pouco aplicada pelo judiciário.

O que a Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão agregou na construção do vídeo?

Em meus estudos, aprendi técnicas desde escrever roteiro, até a produção como iluminação, som e filmagem. Foi o alicerce para as produções.

Por que você decidiu cursar a Especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão pela FUNIBER?

Procurava uma especialização em cinema, uma vez que as aulas que tinha na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), como aluno especial do Bacharelado nos cursos de Teatro e Cinema não estavam sendo suficientes, então escolhi a especialização em Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão. Achei a grade muito boa e depois de pesquisar, decidi pelo curso.

Qual a sua opinião sobre os professores da Especialização? E do programa de estudos?

A professora e orientadora Michele Moreira foi muito importante na minha formação incentivando e suprindo minha carência técnica, ali foi o início para produção literária e cinematográfica. A plataforma de ensino da FUNIBER é muito boa, intuitiva e com funções como em uma aula presencial.

O que você mais gostou da Especialização? O que destacaria?

As matérias sobre roteiro e produção, estas foram muito importantes no início e carrego estes conhecimentos até hoje.

Como Graduado em Publicidade, o que a Especialização trouxe para a sua vida profissional?

Agregou uma gama de conhecimentos específicos que não tive na faculdade, algo mais para concretizar o meu sonho de produzir curtas-metragens, sobretudo, em animação.

O que você diria às pessoas que estão planejando estudar a distância pela FUNIBER?

Que é uma ótima instituição educacional que usa uma técnica de ensino presente há muito tempo em muitos países, porém persistam na procura por conhecimento e atualizem-se constantemente, leiam sobre os assuntos estudados em publicações como revistas e artigos técnicos e procurem sempre estar atualizados por meio de cursos de atualização, pois a vida é uma constante busca de conhecimentos.

Links relacionados:

| , , , , , , , , , , , , ,

Opinião de Sônia Sena, aluna do Mestrado em Educação da FUNIBER

Opinião de Sônia Sena, aluna do Mestrado em Educação da FUNIBER

Opiniões dos alunos

Sônia Regina Sena de Souza, aluna do Brasil e bolsista pela FUNIBER do Mestrado em Educação, fala sobre a publicação do seu livro “Intervenção Psicopedagógica e Surdez”

Sônia, natural de Fortaleza (Brasil), é Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. A estudante do Brasil é especialista em Educação Inclusiva e Psicopedagogia e atualmente cursa o Mestrado em Educação patrocinada pela FUNIBER, com titulação pela Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI EUA)

Conversamos com a aluna durante o II Encontro de Educação organizado pela FUNIBER no Brasil, para conhecer em que consiste sua obra e sobre a sua experiência estudando a distância com a Fundação.

Em que consiste o seu livro Intervenção Psicopedagógica e Surdez?

Com o propósito de abordar e refletir sobre a aprendizagem do surdo incluído no ensino regular, este trabalho destaca a psicopedagogia e sua contribuição no processo do educando, procurando definir o deficiente auditivo por meio de sua classificação de acordo com o grau de deficiência identificada, ressaltando as filosofias educacionais e métodos usados no processo educacional. Abordam-se os fatores que causam as dificuldades no processo de ensino e aprendizagem, relacionando teoria e prática, com ênfase na importância da inclusão no ensino regular, para análise de práticas alternativas, com vistas a melhorar a aprendizagem do surdo.

Qual é a importância da formação de professores na educação inclusiva?

A educação inclusiva é uma inovação real na escola comum atualmente e, para que possamos atuar com responsabilidade diante da adversidade que encontramos em sala de aula, precisamos aprender a se adequar às necessidades dos alunos. Para isso, precisamos buscar formação, torna-se indispensável adquirir novas competências e habilidades para melhorar minha prática pedagógica no processo de inclusão.

Como pedagoga, como você está aplicando os conhecimentos adquiridos no Mestrado em seu dia a dia profissional?

O curso traz conteúdos atuais, os quais tenho aplicado no meu campo de atuação como psicopedagoga no Atendimento Educacional Especializado – AEE, como professora da Universidade nos cursos de graduação em Pedagogia. Os módulos que utilizo com frequência como suporte em minha prática são: As TICs em sala de aula. Aplicações didáticas e utilização de recursos; Resolução e transformação de conflitos no âmbito escolar; Fundamentos da educação especial: Processos de atenção à diversidade; Metodologias de aprendizagem na sala de aula. Todos os módulos trouxeram mudanças significativas em minha vida profissional e pessoal favorecendo a introdução de novos conhecimentos, novas práticas, aliadas ao aprendizado inovador que é o ensino em EAD.

O que destacaria do Mestrado em Educação da FUNIBER?

Primeiro: O ensino a distância (EAD), possibilitando melhorar nossa formação de acordo com nossa situação social, econômica e cultural. Acredito no EAD, pois oportuniza a qualquer pessoa buscar novos conhecimentos, se capacitar de qualquer lugar do mundo por meio de um processo dinâmico, interativo, integrador, sobretudo, dialógico, favorecendo a troca de experiências de todos os participantes.

Segundo: O material (conteúdos) de primeira qualidade que nos faz aprofundarmos os conhecimentos necessários à nossa formação, ao desenvolvimento da autonomia pessoal, social e intelectual; nos leva a aprender a dominar as metodologias específicas e as estratégias didático-metodológicas de acesso aos novos conhecimentos e principalmente a se autoavaliar em nosso processo de aprendizagem.

Terceiro: O atendimento da equipe que compõe a FUNIBER.

Como participante do II Encontro de Educação, o que você mais gostou?

Gostei das palestras das professoras Fernanda Fauth e Patrícia Lima e da Técnica da Arte de Contar História do Luciano Martins. Adorei o local, hospedagem e alimentação.

Que conhecer a opinião de Sônia Sena sobre a sua experiência cursando um Mestrado a distância? Assista o seguinte vídeo:

Links relacionados:

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,