Aluno bolsista da FUNIBER apresenta livro no Flipoços 2017

Aluno bolsista da FUNIBER apresenta livro no Flipoços 2017

Notícias

O escritor e professor Dany Wambire, aluno do Mestrado em Comunicação patrocinado pela FUNIBER, conta em entrevista sobre a superação dos desafios para poder crescer profissionalmente

No mês de maio, o aluno bolsista da FUNIBER, Dany Wambire, apresentou o seu livro, “A adubada fecundidade e outros contos”, no Festival Literário de Poços de Caldas (Flipoços 2017). O autor foi convidado pelo evento que homenageou escritores moçambicanos.

Dany Wambire nasceu na Beira, Moçambique. Formou-se como professor, mas o talento literário vem levando-o a novos caminhos profissionais. Com a publicação independente do seu primeiro livro, e a Menção Honrosa no Prémio Internacional José Luís Peixoto (2013), Dany Wambire vem conquistando o seu espaço com as editoras, que se interessam cada vez mais por suas publicações.

A apresentação do livro foi feita pelo premiado escritor Mia Couto, que afirma: “percebe-se que Dany não está apenas à busca de um modo de dizer: ele tem já uma raiz que é sua, um traço estilístico que define a sua identidade. Estes contos são um mergulho nesse outro mundo que não aceitamos ver, mas que é nosso e que traduz a nossa diversidade de povo. Há nestes textos uma lógica marginal, mas que quer ser parte da correnteza do rio e as personagens, aparentemente estranhas das suas histórias, apenas espelham a realidade plural do nosso cotidiano.”

Órfão de pai e mãe, o bolsista da FUNIBER nos conta, em uma entrevista realizada durante o festival literário, sobre a importância do esforço e do empenho individual para a superação dos desafios. Ser órfão lhe ensinou a conseguir crescer por conta própria, ou como afirma ele: sem os mimos dos pais. “Para chegar aonde se quer chegar, depende muito de si”, disse.

Autonomia e independência

Professor, escritor e agora, comunicador. O aluno buscou o Mestrado em Comunicação patrocinado pela FUNIBER porque lhe permitia flexibilidade para combinar os estudos e o trabalho.

Após o êxito como escritor, e interessado em ampliar a divulgação sobre a literatura moçambicana, o autor criou a revista literária SOLETRAS e decidiu aprender mais sobre o Jornalismo. Ele continua os estudos e espera com sua formação, poder criar pontes que unam os povos, as culturas e as línguas.

O lançamento do livro A adubada fecundidade e outros contos ocorreu no Flipoços 2017, após a mesa Encontro com escritores moçambicanos, no dia 1 de maio.

Veja a entrevista completa em:

Enlaces relacionados:

 

| , , , , , , , , , ,

Opinião de Carlos Medina, aluno da Especialização em Avaliação do Impacto Ambiental e Auditoria, patrocinada pela FUNIBER

Opinião de Carlos Medina, aluno da Especialização em Avaliação do Impacto Ambiental e Auditoria, patrocinada pela FUNIBER

Opiniões dos alunos

Carlos Medina, aluno do Paraguai bolsista da FUNIBER da Especialização em Avaliação do Impacto Ambiental e Auditoria, opina sobre sua experiência estudando a distância

Carlos, natural do Paraguai, é Advogado e Graduado em Ciências da Comunicação, ambos os cursos da Universidad Nacional del Este. Atualmente, cursa o último ano do curso de Criminalística na Universidad Internacional Tres Fronteras. No ano 1996, ganhou o primeiro prêmio em tecnologia no Instituto Adventista de la Plata (Argentina) pela fabricação de um protótipo de satélite gerador de ozônio.

O aluno do Paraguai é funcionário do Ministério Público em seu país desde o ano 2004 até hoje, onde é Assistente Fiscal.

Conversamos com o estudante paraguaio para conhecer sua experiência estudando a distância:

Por que você decidiu cursar a Especialização em Avaliação do Impacto Ambiental e Auditoria da FUNIBER?

No Ministério Público, existe uma Unidade Especializada de luta contra crimes ambientais. Na legislação atual, tanto dentro do Código Penal como em outras leis especiais, os delitos e crimes cometidos contra as bases naturais ou contra o ambiente geram sanções. Do mesmo modo, estabelecimentos industriais que não cumprem com o estudo de impacto ambiental podem ser sancionados com penas privativas de liberdade e fortes multas. Como o estudo de impacto ambiental é necessário e obrigatório para diversas atividades industriais, decidi cursar a Especialização em Impacto Ambiental e Auditoria para compreender melhor em que lugar estou situado. Decidi estudar através da FUNIBER, em primeiro lugar, por uma questão econômica, já que oferece bolsas de estudo, e, em segundo lugar, porque é uma das Fundações que implementou a educação a distância de forma ordenada e sistemática.

O que você mais gostou da Especialização? O que destacaria?

O que eu mais gostei é a técnica de proteção ambiental, com a implantação de Sistemas de Gestão Ambiental, a redução do consumo de energia, de água e das matérias-primas, e a redução de ruídos incômodos provenientes de fábricas. Isto permite às empresas produzir mais com o menor custo possível e com mais proteção ambiental.

O que você opina sobre os professores do Mestrado? E sobre o programa de estudos?

Os professores são excelentes. São muito compreensivos com o aluno e, principalmente, quando o aluno se equivoca, os professores dão oportunidades ao aluno até que se suas dúvidas fiquem esclarecidas, e, assim, aprender sobre a Especialização em si.

Como Advogado, em que a Especialização em Avaliação do Impacto Ambiental e Auditoria da FUNIBER contribuiu?

Como Advogado, a Especialização contribuiu com o manejo das Normas Internacionais ISO 14001, 9001 e os passos da Auditoria em uma empresa, a revisão e, finalmente, a certificação que dá uma garantia de produção tanto para a empresa fabricante de produtos ou montadora como para o próprio consumidor.

Como Assistente Penal, como você está aplicando os conhecimentos adquiridos em seu dia a dia profissional?

Como Assistente Fiscal-Penal, os conhecimentos adquiridos me levaram, no campo jurídico, a compreender melhor se uma empresa cumpre ou não com os requisitos exigidos pelas Normas Internacionais e, principalmente, de que maneira está contribuindo negativamente à poluição atmosférica de origem industrial e que riscos representa à população e ao mundo inteiro. Ou seja, qual é o impacto produzido na natureza e, obviamente, se estiver contribuindo de forma negativa, enquadrar a conduta dessa empresa dentro das previsões que estabelecem as leis penais e proceder às sanções correspondentes.

O que você diria às pessoas que estejam planejando estudar a distância com a FUNIBER?

A melhor forma de estudar hoje em dia, com todos os avanços tecnológicos, é a educação a distância, pois economiza tempo, dinheiro, aprende-se melhor e em menor tempo. O saber não ocupa espaço e adquirir conhecimentos de outros países de primeiro mundo, como da Europa e seus arredores, contribui enormemente para meu país como país subdesenvolvido, pobre em educação mas com riquezas naturais que, por falta de conhecimentos, não sabemos cuidar e dar proteção.

Links relacionados:

| , , , , , , , , , , ,

Daniel Bueno, aluno da Espanha bolsista da FUNIBER

Opinião de Daniel Bueno, aluno do Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira patrocinado pela FUNIBER

Opiniões dos alunos

Daniel Bueno, aluno da Espanha bolsista da FUNIBER do Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira, opina sobre sua experiência estudando a distância e como a experiência lhe ajudou em seu desenvolvimento profissional

Daniel, natural de Madri (Espanha), tem a Graduação em Educação Primária com menção ao Ensino de Inglês como Língua Estrangeira pela Universidade Pontifícia de Comillas. Também, tem o Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira patrocinado pela FUNIBER, com titulação pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO).

Ao longo de sua trajetória profissional, o aluno espanhol foi professor de inglês e espanhol como língua estrangeira. Uma vez terminada a Graduação, mudou-se para a China para trabalhar como Professor de Espanhol na Universidade Internacional de Heilongjiang (HIU), onde foi renomado Coordenador da equipe docente encarregada dos níveis B1-B2. Do mesmo modo, em Heilongjiang fez parte durante dois anos do Comitê Científico do Congresso de ELE (Espanhol como Língua Estrangeira), organizado por esta universidade.

Atualmente, e graças a uma oferta de trabalho publicada pela FUNIBER, Daniel é Professor de Pronúncia, Conversação e Compreensão Auditiva na Universidade de Xiamen.

Conversamos com o aluno espanhol para conhecer sua experiência estudando a distância e como estes estudos lhe ajudaram em seu desenvolvimento profissional:

Por que você decidiu cursar o Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira patrocinado pela FUNIBER?

No ano 2013, cheguei na China para trabalhar como Professor de Espanhol na Universidade Internacional de Heilongjiang, e para mim foi uma oportunidade excelente. Antes de ser selecionado, tinha decidido dedicar-me ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira e estava procurando um Mestrado que me permitisse tomar este caminho. Entretanto, ao conseguir este trabalho em Heilongjiang, decidi esperar um ano e depois cursar o Mestrado on-line através da FUNIBER. Esta era a melhor opção para não perder meu posto de trabalho e seguir me capacitando, não queria desperdiçar um ano de experiência como professor para cursar um Mestrado quando podia fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

O que você mais gostou do Mestrado? O que destacaria?

Eu gostei muito que a maioria das disciplinas é avaliada principalmente com um trabalho final no lugar de um exame. Fazer um trabalho te orienta à ação, a pôr em prática aspectos teóricos aprendidos durante a disciplina.

Por isso, me parece que a elaboração de um trabalho final é muito mais completa que fazer exames, já que une os âmbitos prático e teórico, enquanto um exame costuma ficar no teórico.

O que você opina sobre os professores do Mestrado? E sobre o programa de estudos?

Os professores são todos muito profissionais e estão sempre dispostos a ajudar. Além disso, se vê que são especialistas no ensino de ELE e também conhecidos, em meu caso, já que me dedico ao ensino de espanhol a estudantes que falam chinês, e foi um prazer descobrir que um de meus professores era Maximiliano Cortês. O programa de estudos é o adequado para te capacitar como professor de ELE, tenha-se ou não experiência neste campo.

Como o Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira complementou sua formação? Em que contribuiu?

Contribuiu com os conhecimentos necessários para poder dedicar-me a minha atual profissão, assim como para aprender a realizar uma pesquisa em curso e a saber onde buscar para seguir me atualizando com o passar dos anos. Por outro lado, se você deseja dedicar-se a ensinar espanhol como língua estrangeira, é fundamental ter este Mestrado, e mais ainda se há interesse em trabalhar em uma universidade, como é meu caso. Cada vez há mais professores de espanhol e mais competência, e também estou observando que cada vez é mais difícil ter um trabalho sem uma Especialização. O mais seguro é que em alguns anos já seja um requisito indispensável em todos os centros, ao menos na China, que é o contexto que eu conheço melhor.

Como a FUNIBER facilitou a possibilidade de trabalhar na Universidade de Xiamen, na China?

A FUNIBER mandou informação aos estudantes do Mestrado em Linguística Aplicada sobre esta oferta de trabalho e como fazer para nos candidatar. Uma vez selecionado, me ajudaram muito na comunicação com a Universidade de Xiamen, assim como em todos os trâmites que foram precisos para poder trabalhar na China, que são muitos. A verdade é que estou muito contente com meu atual emprego nesta universidade e sou consciente de que não o teria conseguido sem a FUNIBER. Estou também muito grato a Saiketa Weng, delegada da FUNIBER na China, graças o todo o tedioso processo administrativo se fez muito mais fácil de levar, ela sempre mostrou sua disponibilidade para ajudar com qualquer problema ou dúvida que eu tivesse, foi um verdadeiro prazer poder administrar tudo isto com ela.

Como você está aplicando os conhecimentos adquiridos com a FUNIBER em seu novo trabalho como Professor de Espanhol como Língua Estrangera na Universidade de Xiamen?

Atualmente estou ministrando as disciplinas de “conversação” e “audição”, por isso estou colocando em prática todos os conhecimentos adquiridos durante o Mestrado nestes campos. Também, tenho vários projetos de pesquisa, e sei como efetiva-los graças aos conhecimentos adquiridos durante o Mestrado.

Que você opina sobre o modelo de educação a distância da FUNIBER?

Em meu caso, escolher o modelo de educação a distância da FUNIBER foi perfeito, já que eu não estava na Espanha e estava trabalhando, não queria estragar toda a experiência como professor que estava tendo para cursar um Mestrado, embora também era muito consciente de que se queria progredir e ampliar minhas opções como professor de espanhol, ter o Mestrado era fundamental. Este modelo de educação tem várias vantagens, uma vez que tira a limitação de ter que estar em um determinado lugar e em uma determinada hora para realiza-lo e, além disso, te permite combinar a formação com a prática profissional.

O que você diria às pessoas que estejam planejando estudar a distância com a FUNIBER?

Diria que a FUNIBER é uma grande opção se você não pode se permitir, pelas razões que sejam, deixar o que está fazendo para se dedicar exclusivamente a um Mestrado de forma presencial. A FUNIBER te permite capacitar-se sem por isso ter que optar pela experiência laboral ou a formação acadêmica. Para mim, foi bastante duro ter que cursar um Mestrado ao mesmo tempo em que estou trabalhando, mas a FUNIBER dá muitas facilidades para poder fazê-lo. Eu estou muito contente por minha escolha e não a mudaria.

Links relacionados:

Opinião de María Butrón, aluna do Mestrado em Formação de Professores de Espanhol como Língua Estrangeira da FUNIBER

| , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,