Luis Jiménez fala sobre o novo Mestrado em Psicologia Criminal patrocinado pela FUNIBER

Luis Jiménez fala sobre o novo Mestrado em Psicologia Criminal patrocinado pela FUNIBER

Docentes

O novo Mestrado em Psicologia Criminal, patrocinado pela FUNIBER, será conduzido por Luis Jiménez, que é o Diretor Geral da Escola Internacional de Criminologia.

Luis Jiménez é Graduado em Psicologia, com especialidade em Trabalho e organizações, também possui Formação Superior em Criminologia pela Universidade Europeia Miguel de Cervantes. Com formação em Psicologia e Criminologia, o diretor do novo mestrado possui uma longa experiência no setor. Esteve 12 anos como integrante da Polícia Judicial investigando casos de homicídio.

O novo Mestrado em Psicologia Criminal, com especialidade em psicologia forense, terá início no dia15 de setembro no modo on-line e será titulado pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO).

Conversamos com Luis Jiménez para conhecer no que consiste e que valores agregados tem o Mestrado em Psicologia Criminal, patrocinado pela FUNIBER, em comparação com outras especializações e quais são suas saídas profissionais, entre outros temas.

No que consiste o novo Mestrado em Psicologia Criminal?

No próximo dia 15 de setembro terá início um novo Mestrado em Psicologia Criminal, que será desenvolvido na área de criminologia, em que os alunos poderão conhecer as técnicas, as teorias e as ferramentas de avaliação utilizadas no amplo campo da psicologia criminal e, mais especificamente, dentro da psicologia forense. Ao mesmo tempo, terá início o Mestrado em Criminalística, dirigido também por Luis Jiménez, com um enfoque mais técnico aplicado ao apoio nos processos judiciais.

O Mestrado em Psicologia Criminal, patrocinado pela FUNIBER, oferece 90 créditos, com uma formação mais profunda sobre outros mestrados na área que é ministrada na atualidade. O programa é composto por vários módulos de estudo: um primeiro módulo em criminologia em geral; um segundo módulo em psicologia criminal; e um terceiro módulo de psicologia forense. Também, inclui práticas fiscalizadas e o trabalho final de Mestrado.

Potenciais saídas profissionais

Quanto às saídas profissionais, Jiménez assinala que “existe uma demanda nos processos judiciais, tanto civis como penais, de profissionais da psicologia forense” altamente qualificados para que a administração da justiça seja eficiente. Assim, o novo programa trata de formar profissionais que possam atuar como especialistas forenses, técnicos em instituições penitenciárias, ou trabalhar em escritórios de atenção à vítima, nas equipes psicossociais dos tribunais, nas clínicas médico legais, entre outras possibilidades profissionais.

Esta especialização é destinada a interessados com formação superior em Psicologia, Medicina, Criminologia ou Direito, mas também de carreiras afins, uma perspectiva mais ampla dentro de seu campo profissional. Os interessados podem realizar solicitações para a gestão de bolsas de estudos por meio da FUNIBER.

Alguns dados sobre os estudos em Psicologia Criminal

A Psicologia Criminal é a subdisciplina da Psicologia que é responsável pelo estudo do comportamento criminal. Esta matéria abrange uma série de técnicas, conhecimentos e ferramentas dirigidas a realizar os estudos pertinentes, contribuir com testes e fornecer resultados para determinar o perfil psicológico das pessoas envolvidas em um delito.

Da avaliação dos Psicólogos Criminais vai depender muitas vezes o futuro destas pessoas quanto aos vereditos como penas de prisão ou possíveis medidas penais, indenizações, etc. Por isso, estes profissionais devem ser capazes de garantir a eficácia dos processos de Justiça derivados de uma avaliação apropriada de todos os sujeitos envolvidos em atos penais e o grau de imputabilidade ou outras questões que afetam o processo penal.

A Psicologia Criminal é diferente da psicologia jurídica ou da psicologia forense, ao mesmo tempo, tem relação com outras disciplinas como a sociologia e a medicina. Portanto, é importante que os estudos com foco no campo da Psicologia Criminal sejam o mais abrangente possível e que compreendam outros aspectos além dos propriamente criminalísticos como a antropologia e a história.

Se você quiser obter mais detalhes sobre o novo Mestrado em Psicologia Criminal, no link a seguir, você poderá acessar o vídeo com a entrevista completa de Luis Jiménez, Diretor Acadêmico do programa:

 

 

Links relacionados:

| , , , , , , , , , ,