A Dra. Pérez fala sobre o novo Doutorado em psicologia promovido pela FUNIBER

Docentes

A Fundação Universitária Iberoamericana patrocina o novo Doutorado em Psicologia titulado pela Universidade Internacional Iberoamericana do México (UNINI México), que começa a ser ministrado no próximo dia 16 de abril.

A Doutora Laura Natalia Pérez, Coordenadora Acadêmica do Doutorado e Diretora do Mestrado em Psicologias Clínica e da Saúde, é Doutora “Cum Sentencie” e Mestre em Ciências Cognitivas e Linguagem. Sobre o novo Doutorado, a Dra. Pérez destaca que busca formar tanto pesquisadores como profissionais, contemplando a possibilidade de acrescentar novas linhas de pesquisa que se ajustem aos interesses dos estudantes.

Para poder cursar o Doutorado em Psicologia, a FUNIBER oferece a possibilidade de ter acesso ao programa de bolsas, consistente em uma ajuda econômica concedida aos melhores candidatos de cada país.

Quais são os objetivos do Doutorado em Psicologia?

O programa de estudos do Doutorado em Psicologia tem como objetivo a formação dos alunos para a pesquisa, a docência e a prática profissional. Estamos comprometidos com a formação de doutorandos de alto nível, que são orientados por certos princípios éticos, realizando suas pesquisas e trabalhos com disciplina e que tenham interesse na produção de conhecimentos e em melhorar diversos âmbitos da sociedade.

No que consiste o programa de estudos?

O programa do doutorado tem 5 especialidades: psicologia clínica e da saúde, psicologia social e comunitária, psicologia forense, psicologia educativa e psicologia do trabalho e as organizações. O estudante percorre primeiro uma fase acadêmica, uma de pesquisa e, finalmente, deve elaborar uma tese sob a supervisão de um diretor.

A fase docente do programa prepara ao aluno para a pesquisa científica e a produção de documentos acadêmicos, para o que o aluno cursará disciplinas que lhe permitam aprofundar na área que tenha escolhido.

A quem é dirigido o Doutorado?

O programa de Doutorado em Psicologia é dirigido, principalmente, para estudantes com graduações e mestrados na área da Psicologia, embora também possa ser utilizado para graduados de outras titulações pertencentes às ciências da Saúde e das ciências sociais que procurem uma formação superior em pesquisa em Psicologia.

Quais linhas de pesquisa contempla o programa?

Inicialmente, as linhas de Pesquisa do Doutorado em Psicologia incluem temáticas que se enquadram nos campos da Psicologia clínica e da saúde, Psicologia do trabalho e as organizações, Psicologia educativa, Psicologia forense e Psicologia social e comunitária.

Além disso, no Doutorado em Psicologia contemplamos a possibilidade de criar novas linhas de pesquisa, dentro dessas temáticas ou em outras diferentes, para satisfazer os interesses do aluno.

Qual metodologia é proposta pela FUNIBER para a realização do Doutorado em Psicologia?

O campus virtual do Doutorado é uma ferramenta elaborada para colocar em prática uma metodologia de formação orientada a fomentar uma aprendizagem significativa, flexível, dinâmica, interativa, personalizada, cooperativa e que estimule o pensamento crítico e prático do estudante, mediante atividades que suponham um desafio e nas quais se estimule a colaboração entre alunos.

Qual a expectativa para que seja alcançada a cooperação e a comunicação contínua entre estudantes e professores?

Do nosso ponto de vista, a aprendizagem é compreendida como a construção conjunta do conhecimento, a partir da interação e do trabalho conjunto entre professores, estudantes, atividades de formação e materiais didáticos. Por isso, o que se espera não é reproduzir um modelo unidirecional de transmissão de conteúdos de tutores a alunos, mas um modelo interativo e circular de educação.

Em quantos anos pode ser finalizado o Doutorado?

O tempo mínimo para a término do programa são 36 meses, embora normalmente seja próximo de 48 meses. Não obstante, se o estudante o exigir, poderá prorrogar até um máximo de 60 meses.

Quais recomendações, você faria a um aluno que está a ponto de começar sua tese de doutorado?

Muitas vezes quando começamos nossa tese de doutorado temos um tema que nos apaixona e focamos muitos esforços para saber sobre ele, sem dar atenção a assuntos que são fundamentais; a metodologia da pesquisa, por isso, dar a importância que exige permitirá planejar melhor a pesquisa e dedicar nossos recursos de forma mais eficiente. O objetivo de um doutorado é produzir conhecimento, para isso é necessário ter uma estrutura adequada para obter os resultados confiáveis e relevantes que esperamos.

| , , , , , ,

Na Argentina, área acadêmica de Projetos da FUNIBER inicia suas atividades presenciais de 2018

Na Argentina, área acadêmica de Projetos da FUNIBER inicia suas atividades presenciais de 2018

Notícias

A área acadêmica de Projetos que promove a Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) inicia sua agenda de atividades presenciais para 2018 com sessões nas quais serão realizadas as oficinas, que tanto tiveram sucesso de participação nas últimas semanas de 2017 por toda a América Latina; Un acercamiento a la metodología Aprender Haciendo e Lineamientos metodológicos para la elaboración de un Trabajo Final, nos dias 28 de fevereiro e 1º de março, respectivamente. Ambas as oficinas vão acontecer no Hotel Premium Tower Suítes

A primeira destas formações, Un acercamiento a la metodología Aprender Haciendo, é uma aproximação à metodologia predominante nas instituições da rede universitária em que a FUNIBER colabora. A oficina é dirigida, especialmente, para aqueles alunos que estão estudando o Módulo de Desenho, o Projeto Empresarial e as Disciplinas Troncais.

Lineamientos metodológicos para la elaboración de un Trabajo Final é uma oficina destinada especificamente para aqueles estudantes que vão começar o Projeto Final ou estejam em suas fases iniciais, já que oferece as principais linhas de atuação para conseguir superar com sucesso essa última etapa.

Ambas as oficinas serão ministradas pelos professores Pablo Olinik e Carla Fava, ambos os membros da equipe de trabalho da área de Projetos e certificados em Competências Profissionais em Direção de Projetos IPMA (International Project Management Association) Nível D. Do mesmo modo, o professor Pablo Olinik está credenciado pela Associação Peruana de Direção de Projetos e a professora Carla Fabra, por sua vez, está pela Associação de Gestão de Projetos Argentina.

O atendimento às sessões em que as oficinas serão ministradas é completamente gratuito, mas é necessário confirmar a participação enviando um e-mail para argentina@funiber.org. Os estudantes que participam em alguma das formações, ou ambas, receberão um certificado de participação.

 

| , , , , , , , ,

Juliana Patricia Marín, a vice-campeã do IV Concurso Publicação Solidária

Juliana Patricia Marín, a vice-campeã do IV Concurso Publicação Solidária

Opiniões dos alunos, Publicaçao Solidaria 4

Juliana Patricia Marín é uma estudante de Armênia (Colômbia) que está cursando o Mestrado em Educação com um duplo diploma pela Universidad Internacional Iberoamericana de Porto Rico (UNINI) e pela Universidad Europea del Atlántico (UNEATLÁNTICO), bolsista pela Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER).

O prêmio recebido pelo segundo lugar do IV Concurso Publicação Solidária da FUNIBER é avaliado em 500€, que a estudante colombiana decidiu doar para a ONG com a qual ela colabora, a Associação Cristã de Moços / Young Men’s Christian Association (ACM/YMCA) da região colombiana do Quindío.

Conversamos com a aluna que recebeu o segundo lugar nesta edição do Concurso Publicação Solidária FUNIBER, para saber como ela viveu essa experiência:

Como você soube do concurso?31

Eu o conheci na publicidade da plataforma. Eu já tinha visto esta publicação no ano anterior, mas só agora me interessei em saber o que era.

Por que você decidiu participar do concurso?

Sou voluntária há 9 anos do YMCA, um movimento mundial ecumênico, não afiliado a nenhuma igreja, cuja ênfase é o envolvimento real dos jovens e suas comunidades, para a construção de uma comunidade humana, com justiça e amor, paz e reconciliação, a fim de alcançar a plenitude da vida em harmonia para todos.

A YMCA tem muitos programas sociais na Colômbia e particularmente na minha região cafeeira, portanto, o programa em particular que eu participei cumpria com os requisitos para participar do concurso e ter a oportunidade de adquirir recursos e facilitar o desenvolvimento do ensino de inglês para crianças em situação de vulnerabilidade social. Por esse motivo, decidi participar e apostar no bem-estar da minha comunidade.

Como você promoveu seu texto nas semifinais e na final?

Eu o fiz por meio de diferentes mídias, como WhatsApp, Instagram e Facebook. Primeiro, como voluntária, compartilhei com voluntários e staff do movimento YMCA para o país, amigos, familiares e, em seguida, chegou até os meios de comunicação local como imprensa, estações de rádio e sites. Todos os colombianos colocaram a camisa comigo para chegar longe.

O que você destacaria no concurso?

É uma excelente oportunidade para os estudantes e graduados considerar que tanto a academia, assim como a formação integral em que devemos agir como seres responsáveis, cidadãos interessados no bem comum, têm a mesma importância. Eu acredito que o tema da responsabilidade social nas instituições deve transcender e, como profissionais, devemos fazer mais por nossas comunidades.

Como você avalia sua experiência participando do IV Concurso Publicação Solidária?

Foi uma grande experiência. Acima de tudo, é uma grande inspiração e admiração saber quantas pessoas estão interessadas no bem-estar daqueles que precisam disso. O apoio desinteressado e constante de meus compatriotas apenas nos motiva para que como movimento sigamos trabalhando no que gostamos, estar ao serviço dos outros.

Considero também que fomos muito longe, considerando que o Brasil não é apenas um país muito maior do que a Colômbia, mas também porque a aluna que se candidatou possuía um mestrado em comunicação, o que lhe deu ainda mais vantagens para se expor. Fiquei feliz porque não foi apenas uma grande final, mas porque nós, os colombianos, lutamos até o final com um país que se formou como vencedor desde a sua criação.

Você participará dos próximos concursos?

Claro que sim. Não apenas porque gosto, mas também porque é um grande apoio e suporte para o movimento, nos tornamos conhecidos, agora muitos jovens querem ser voluntários e até pessoas comuns que viram nossa história querem ser doadores e apoiar o programa Playlee. Sem dúvida, esses concursos são uma janela para novas oportunidades.

Como você soube das atividades da YMCA? Por que você decidiu se envolver nelas?

Quando estudei meu curso de graduação na Universidade de Quindío, conheci o YMCA como um movimento mundial que proporcionava oportunidades de intercâmbio para estudantes. Viajei para os Estados Unidos para trabalhar em acampamentos de verão e, a partir daí, me vinculei como voluntária do movimento.

Como você avalia ter sido capaz de divulgar as atividades da ONG ACM/YMCA?

É sem dúvida uma das melhores experiências que tive como voluntária. Sinto-me feliz e orgulhosa de pertencer a esta grande família YMCA, cujo lema é transformar vidas, começando pela minha. Uma vida transformada para ser melhor e fazer mais para os meus.

Algum comentário ou mensagem para seus colegas da fase final e para a comunidade da FUNIBER?

Primeiro agradecer a FUNIBER por esta grande oportunidade como participante do concurso de Publicação Solidária. Aos alunos e graduados, quero convidá-los assim como eu, a aproveitarem e a solicitarem para instituições que promovam causas sociais e por que não, pertencer a elas. A YMCA está em 121 países do mundo. Isso seria um bom começo. Além disso, espero que possam aprender mais sobre esse tipo de movimento e não apenas se formarem como excelentes profissionais, mas também como grandes seres humanos que deixam marcas em suas comunidades.

Como a ONG ACM/YMCA investirá o dinheiro do prêmio?

Levando em consideração as necessidades apresentadas no meu blog, haverá um encontro com os voluntários para estabelecer o nível de prioridades que temos no desenvolvimento do programa, que são principalmente os recursos educacionais como livros, materiais escolares, um quadro entre outros.

Links relacionados:

| , , , , , , , , ,