Karla Sofía Hernández Monge é uma aluna da capital de El Salvador, San Salvador, que decidiu cursar o Mestrado em Educação.

Opinião de Karla Sofía Hernández, aluna salvadorenha bolsista pela FUNIBER

Opiniões dos alunos, Opinioes Funiber

Karla Sofía Hernández Monge é uma aluna da capital de El Salvador, San Salvador, que decidiu cursar o Mestrado em Educação, com bolsa de estudo pela FUNIBER, objetivando atualizar seus conhecimentos e poder evoluir no trabalho no mundo do ensino.

Como você ficou sabendo da FUNIBER e da atividade da Fundação?

Eu queria estudar um mestrado que me permitisse renovar meus conhecimentos e aptidões da área da Educação e, assim, melhorar profissionalmente. Após iniciar a busca, uma amiga comentou sobre a possibilidade de cursar on-line e, ao pesquisar informações, foi quando eu encontrei a FUNIBER e todos os programas patrocinados por ela, que me pareceram muito interessantes.

O que fez você decidir pela FUNIBER?

A flexibilidade horária, devido ao estudo on-line, foi um fator chave e, também, pelas diferentes universidades internacionais que titulam as formações e, até mesmo, pelo regime de dupla titulação em certas ocasiões.

Como foi sua experiência com a Fundação? Sentiu-se apoiada e recebeu suporte em seus estudos?

O apoio foi excelente, tanto pelos tutores de cada disciplina, como pelo pessoal administrativo da sede da FUNIBER no meu país, que sempre me ajudaram e responderam minhas consultas.

Como foi a experiência de estudar a distância? Quais as vantagens e desvantagens desse sistema?

Posso resumir a experiência como algo muito enriquecedor. Grande parte dessa riqueza vem do fato de trabalhar com colegas de todo o mundo, isso é sempre fascinante e nunca se deixa de aprender nessas situações. A única desvantagem, nessas circunstâncias, é que, por estar em diferentes fusos horários, as vezes, custa coordenar-se e se colocar de acordo com as horas para fazer as conferências por Skype.

O cursos e os professores atenderam às suas expectativas?

Sim, grandemente. Todos os materiais e recursos são do máximo nível. O programa está bem estruturado e as tutorias, as atividades e as avaliações estão elaboradas da melhor maneira para que o aluno aprenda.

O que você destacaria de sua experiência cursando os estudos patrocinados pela FUNIBER?

A completude de todas as disciplinas e o muito que se aprende com o projeto final. É um processo complexo, mas fica melhor graças as tutorias e os “feedbacks” dos professores.

Você tem conseguido aplicar os conhecimentos adquiridos com a formação patrocinada pela FUNIBER?

Sim, claro. Permitiu-me mudar alguns processos e aspectos do meu trabalho, o que pôde melhorar a qualidade acadêmica da instituição.

Você espera que a formação obtida por meio da FUNIBER lhe abra novos horizontes profissionais? Quais?

Sim, assim espero. Quero participar em novos projetos que me permitam crescer e, também, trabalhar para instituições de educação superior.

Você recomendaria os programas patrocinados pela FUNIBER para algum amigo ou familiar?

Sim, claro. E falaria da comodidade de estudar em tempo livre a partir de casa.

 

| , , , , , , , , , , , , , , , ,

Colômbia é a vencedora do concurso FuniMundial 2018

Colômbia vence o concurso FuniMundial 2018 da FUNIBER!

Funi-concursos, Funimundial

O finalista colombiano Yeimer Andrés Sanclemente Agualimpia foi proclamado vencedor da competição FuniMundial 2018 organizada pela FUNIBER, após uma emocionante final decidida por voto popular, em que conseguiu superar os candidatos do Brasil e da Venezuela.

Yeimer Andrés Sanclemente impressionou a comunidade da FUNIBER com seu trabalho “Futebolistas, livros e educação virtual”, no qual ele reflete sobre as oportunidades que os profissionais de futebol têm na busca pela educação superior. Além de mencionar alguns casos de jogadores que realizaram estudos universitários, ele enfatiza a oportunidade que a educação on-line oferece aos atletas de elite que querem fazer mestrado e doutorado.

O mais novo vencedor do FuniMundial 2018, que obteve 1213 votos, é um dos primeiros estudantes do Doutorado em Atividade Física e Esporte, um programa inovador de alto nível ministrado desde o último 15 de março pela FUNIBER e diplomado pela Universidade Internacional Iberoamericana do México (UNINI México).

No segundo lugar do concurso FuniMundial 2018, com 729 votos, está a brasileira Elisabete Santos de Oliveira, estudante do Mestrado em Comunicação Corporativa, diplomado pela Universidade Europeia do Atlântico (UNEATLANTICO). A participante brasileira analisa em sua obra “Tática e tradição” as possíveis relações existentes entre as culturas de determinados países e as táticas e estilos de jogo utilizados por suas seleções.

A venezuelana Yolbeny Libey Labrador, estudante do Mestrado em Intervenção Psicológica no Desenvolvimento e na Educação pela UNEATLANTICO, terminou conquistando o terceiro lugar no concurso FuniMundial 2018, com 251 votos. Yolbeny participou do FuniMundial 2018 com o trabalho “O futebol e a educação em valores”, um estudo sobre os valores que o futebol dissemina e que os jogadores divulgam, ou devem transmitir, em determinadas situações do jogo.

Esta é a segunda vez que a Fundação comemora o FuniMundial, após a enorme aceitação a primeira edição, realizada em 2014, por ocasião da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. A vencedora dessa edição foi a costarriquenha Rosa Abdelnour Granadosf. Em 2016, a Fundação organizou pela primeira vez o concurso Olimpíadas FUNIBER, do qual Samuel Winesse, de Moçambique, foi o vencedor.

O FuniMundial 2018 da FUNIBER encerra-se com sucesso nas participações, ainda que o destaque tenha sido a animação dos membros da comunidade da FUNIBER na contribuição com seus trabalhos e na criatividade na construção de uma competição saudável e de conhecimento coletivo. Vale destacar, também, a oportunidade que os participantes tiveram de aprendizado sobre divulgação de seus trabalhos e projetos através de redes sociais, uma habilidade que, no mundo atual, merece ser considerada.

Com competições como a FuniMundial, a FUNIBER busca promover criatividade, educação, conhecimento e cultura. A disseminação desses valores é a razão da existência da Fundação.

| , , , ,

Walter continuou formando-se ao longo da sua carreira, e que vai continuar a crescer é o que o levou a estudar o Mestrado em Gestão Estratégica em Tecnologia da Informação, que patrocina FUNIBER

Opinião de Walter Franco, aluno equatoriano premiado pela FUNIBER

Opiniões dos alunos, Opinioes Funiber

Walter Francisco Franco Varas é professor universitário e jornalista cultural da cidade de Guayaquil, no Equador. Walter continuou formando-se ao longo da sua carreira, e que vai continuar a crescer é o que o levou a estudar o Mestrado em Gestão Estratégica em Tecnologia da Informação, que patrocina FUNIBER. Este jornalista equatoriano estava muito satisfeito com a experiência e gostava de trabalhar com estudantes de todo o mundo.

Como você ficou sabendo da FUNIBER e da atividade da Fundação?

A primeira vez que ouvi falar da FUNIBER foi em 2014, quando buscava mestrados para continuar seus estudos depois de terminar a licenciatura em Ciências da Comunicação, mas depois optei por outro Mestre. Era um par de anos mais tarde, quando eu assisti a uma conferência em Guayaquil Dr. Santiago Tejedor organizado pela FUNIBER, eu tenho informações detalhadas sobre os programas que os patrocinadores da Fundação e decidi por um deles.

O que fez você optar pela FUNIBER?

As facilidades do Programa de Bolsas da Fundação, que me permitiu poder escolher entre os dois programas que me interessavam por meu perfil, muito centrado na Comunicação Social, Mestrado em Direção Estratégica em Telecomunicações e Mestrado em Direção Estratégica em Tecnologias da informação, me decantando finalmente pelo segundo. Conhecer o campus virtual com o qual funcionam as formações que a FUNIBER patrocina foi muito interessante. O Mestrado permitiu-se seguir estudando e estar mais perto de cursar um doutorado que me permita também exercer como docente universitário, além de continuar como jornalista.

Como foi sua experiência com a Fundação? Sentiu-se apoiado em seus estudos?

A experiência foi perfeita desde todos os pontos de vista; acadêmico, pessoal, profissional, social e humano. O pessoal administrativo da FUNIBER o Equador foi muito amável em todo momento, e também tive uma excelente experiência com o pessoal das duas universidades que titulam o Mestrado; Universidade Internacional Iberoamericana do México (UNINI México) e Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO). O apoio da FUNIBER e dos diferentes docentes das universidades foi constante, em nenhum momento me encontrei desamparado ou abandonado.

Como foi a experiência de estudar a distância? Quais vantagens e desvantagens tem este sistema? Foi difícil poder finalizar seus estudos?

Estudar a distância não foi complicado já que tinha uma experiência anterior e muito recente. Às vezes era para mim um problema poder reunir a formação com minha atividade profissional, já que me custou organizar tudo, mas pude superar esses momentos com facilidade graças à vontade que tinha e também às possibilidades que me oferecia a tecnologia da FUNIBER.

A grande vantagem que têm estes estudos é a flexibilidade no referente ao tempo que se pode dedicar à aprendizagem, e não só a memorizar com pressão para esquecê-lo posteriormente. Com o Mestrado pude aprender e aplicar os conhecimentos de maneira mais efetiva e, além disso, tive acesso a diversas materiais na biblioteca digital. A única desvantagem que encontrei foi que, algumas vezes, demorei para solucionar minhas dúvidas, já que não tinha contato direto pessoal com os docentes ou com a FUNIBER.

Para mim não foi difícil concluir os estudos, nisso parte foi graças à ajuda do pessoal docente que me ajudou no Projeto Final do Mestrado.

A formação que cursou e seu quadro de professores atenderam às suas expectativas?

Foi satisfeita. A organização foi excelente e oferecia respaldo em todo momento. O professorado foi excelente, e eu adorei que meus companheiros fossem de todo o mundo, isso fez que a interação fora muito enriquecedora.

O que você destacaria sobre sua experiência estudando os estudos patrocinados pela FUNIBER?

Os fóruns e exercícios para os quais a aprendizagem colaborativa assumiu um papel essencial me pareceram muito úteis. Também acredito que certos programas tenham práticas presenciais supervisionadas.

Você foi capaz de aplicar os conhecimentos adquiridos com o treinamento patrocinado pela FUNIBER?

Naturalmente, todos os dias na universidade onde trabalho como professora, tenho podido aconselhar muito mais os alunos sobre o uso acadêmico das tecnologias.

Você espera que a formação obtida por meio da FUNIBER abra novos horizontes profissionais? Quais?

Sim, espero que me ajude a trabalhar mais nas áreas de publicidade e marketing, tenho muito interesse. Pelo meu trabalho na universidade, como eu disse, o aprendizado adquirido em novas tecnologias foi fundamental. Mas eu tenho que acrescentar que nada aprendido é supérfluo, e eu tenho usado o conhecimento em meu trabalho como editor freelancer de questões culturais no meu país.

Você recomendaria estudar os programas patrocinados pela FUNIBER para um amigo ou parente?

Sim, claro que eu recomendaria, acredito que a aprendizagem on-line combinada com a aplicação profissional dos conteúdos estudados é a melhor maneira de aprender.

| , , , , , , , , , , , , , , ,