Entrevista com Eduardo Antonio Spath, estudante argentino bolsista pela FUNIBER

Entrevista com Eduardo Antonio Spath, estudante argentino bolsista pela FUNIBER

O aluno da Argentina Eduardo Antonio Spath cursou, bolsista pela FUNIBER, o Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento, com dupla titulação pela Universidad Internacional Iberoamericana de México (UNINI MX) e Universidad Europea del Atlántico (UNEATLANTICO).

Eduardo destaca a formação recebida e a possibilidade de organizar seus horários entre família, estudo e trabalho. O estudante descreve a plataforma virtual como “fácil e acessível” e aprecia a velocidade com que os professores resolveram suas dúvidas.

Leia a entrevista completa a seguir.

O que fez você escolher a FUNIBER para cursar ensino superior?

Decidi cursar o Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento na FUNIBER por duas razões. A primeira é que eu queria continuar expandindo meus conhecimentos em RH e vi que essa Fundação tinha uma proposta muito boa, tanto financeiramente como por seu conteúdo. A segunda razão é que a FUNIBER me proporcionava uma formação virtual, isso me deu conforto para organizar meus horários entre família, trabalho e estudo.

O que você destacaria da sua experiência com um curso patrocinado pela FUNIBER?

O que eu destacaria na minha experiência de estudar na FUNIBER é poder compartilhar experiências de casos práticos com outros colegas que estão em outros países e com colegas do meu país. Isso torna as práticas realizadas em cada matéria muito enriquecedoras, o que me permitiu ver o mesmo problema sob diferentes perspectivas e, portanto, com diferentes alternativas de resolução. Outra coisa que eu destacaria é a gestão da plataforma virtual, que é muito fácil e acessível, quando você envia uma mensagem para alguma consulta, respondem no momento.

Em relação à metodologia de formação a distância, que vantagens e desvantagens você acha que esse sistema tem?

A metodologia utilizada no Mestrado parece adequada para os alunos. A bibliografia e o material que cada matéria fornece são muito bem selecionados, além de acessíveis para a compreensão. A única coisa que me custou foi terminar meu curso e minha tese em dois anos, eu acho que é muita coisa.

Você acha que a formação obtida pela FUNIBER pode abrir portas para novas oportunidades de emprego? Por quê?

Não posso responder, porque não conheço o alcance da FUNIBER nas organizações. Isso já dependeria das estratégias e contatos que o aluno consegue realizar para entrar no mercado de trabalho.

Se você deseja ampliar seus estudos como Eduardo Antonio Spath e solicitar uma bolsa de estudos para cursar um programa de graduação, mestrado ou especialização, informe-se em: